LIPOASPIRAÇÃO

lipoaspiracao

A lipoaspiração é um procedimento cirúrgico de retirada de tecido gorduroso através de equipamentos médicos específicos, geralmente com destruição e sucção dessa gordura. É indicada na melhora do contorno corporal, com retirada em áreas específicas, e deve ser feita somente por profissional especialista na área. Não é indicada para emagrecimento.

Normalmente, as seguintes perguntas são feitas pelos(as) pacientes ao seu cirurgião plástico, por ocasião da consulta inicial:

Mas vou emagrecer com a lipoaspiração?

Sendo uma cirurgia que retira determinada quantidade de gordura, evidentemente haverá uma redução no peso, que varia de acordo com o volume corporal de cada paciente. Não são, entretanto, os “quilos” retirados que definirão o resultado estético, mas sim as proporções que cada área “lipoaspirada mantenha com o restante do tronco e os membros. A indicação da cirurgia depende da avaliação correta de 3 itens, que nos permitem avaliar o resultado: grau da elasticidade da pele, quantidade de gordura e localização da mesma.  Há casos, em que o(a) paciente está com o peso acima do normal. Para eles, frequentemente recomendamos um equilíbrio prévio, para então indicarmos o procedimento.

E o que é lipoescultura?

Existem casos em que se retira gordura de certas áreas e reinjeta-se esta gordura retirada sob condições assépticas em outras regiões que necessitam aumentar seu volume. Essa técnica é comumente chamada de LIPOESCULTURA. É indicada para várias situações, tanto para correções de assimetrias quanto para melhoria do contorno de alguma área específica. São dedicados cuidados especiais no tratamento dessa gordura, a fim de propiciar maior possibilidade de sucesso, porém, parte dessa gordura injetada deverá ser reabsorvida, tornando-se muito difícil prever seu resultado final.

A lipoaspiração deixa cicatrizes muito visíveis?

As cicatrizes resultantes de uma lipoescultura ou lipoaspiração são mínimas, localizadas em diversas partes do corpo, de modo a permitir acesso às áreas a serem operadas. Seu tamanho varia entre 5 a 10  milímetros e são planejadas para ficar pouco visíveis e cobertas por roupas íntimas.

Em quanto tempo atingirei o resultado definitivo? O que é fibrose?

Nas primeiras semanas ou mesmo meses, as áreas operadas, além de estarem sujeitas a períodos de edema (inchaço), poderão apresentar alguns pontos mais densos que outros, decorrentes da cicatrização interna (fibrose). Essas alterações são perceptíveis à palpação e geralmente só tendem a desaparecer entre o 3º. e 6º. mês. Com o decorrer dos meses, tendo-se realizado as devidas drenagens linfáticas e os exercícios orientados para modelagem, vai-se gradativamente atingindo o resultado definitivo. A falta de cuidados no período pós operatório poderá pôr a perder o resultado de uma boa lipoaspiração. Nunca se deve considerar como definitivo qualquer resultado antes de 6 a 9 meses do pós operatório.

As pessoas irão perceber que fiz uma lipo?

Mesmo uma lipoaspiração bem realizada pode deixar alguns pontos de imperfeição, não significando ser incapacidade técnica do cirurgião nem que o resultado ficou ruim. Porém, quando mal indicada e realizada, alguns estigmas podem deixar o resultado insatisfatório, perceptível por outras pessoas. Não é todo mundo que se beneficia de uma lipoaspiração. E nem o mesmo cirurgião consegue resultados iguais em todos os pacientes, pois os pacientes não são iguais. Diversos fatores individuais são responsáveis por prejudicar esse resultado, como: pele flácida, peso acima do normal, má postura, falta de exercícios físicos, falta de cuidados pós operatórios ou drenagem linfática insuficiente ou mal realizada.

A lipoaspiração corrige aquele excesso de gordura sobre a região do estômago?

Geralmente sim. Dependendo do seu tipo de tronco (conjunto tórax + abdome), poderemos ter um resultado bastante natural. Também tem grande importância, sob este aspecto, a espessura de gordura e o grau de flacidez da pele que reveste essa região.

Vai haver alguma alteração na minha pele? E a flacidez?

A lipoaspiração não deve alterar as características da pele. Se a pele já está um pouco flácida, continuará flácida. Em alguns casos já há uma flacidez considerável, devendo o cirurgião avaliar corretamente cada caso e orientar bem o seu paciente, para que não ocorra resultados incompletos e insatisfatórios. A flacidez só poderá ser melhorada com a chamada dermolipectomia, onde há a retirada de pele flácida ou excedente, aumentando assim a complexidade do procedimento.

Poderei ter filhos futuramente? O resultado não ficará prejudicado?

Não há nenhum problema quanto à ocorrência de futura gravidez. O resultado poderá ser totalmente preservado, desde que na nova gestação seu peso seja controlado. Se você voltar ao seu peso anterior e sua pele não apresentar flacidez e estrias decorrentes da gravidez, as formas obtidas serão mantidas. Devemos salientar, entretanto, que o corpo da mulher sofre variações da forma com o decorrer do tempo, devido à disposição da gordura nas diversas áreas corporais, principalmente no abdome, quadris e coxas. Assim é que a cada 5 ou 10 anos, a disposição da gordura no corpo muda de pessoa para pessoa. Mesmo assim, aquele excesso retirado nas áreas devidas, sempre lhe proporcionarão uma melhor evolução, mesmo que venha a ganhar certo peso.

O pós-operatório da lipoaspiração é muito doloroso?

Geralmente não, uma lipoaspiração de evolução normal não deve apresentar dor em excesso, desde que obedecidas as orientações pós-operatórias. Entretanto, pequenos incômodos poderão estar presentes principalmente na primeira semana, os quais são muito bem controladas com medicações de uso corriqueiro no pós-operatório.

Há perigo nesta operação?

A lipoaspiração é uma cirurgia de risco bastante controlado, raramente trazendo sérias complicações, desde que realizada dentro de critérios técnicos que asseguram a segurança do paciente. Entretanto, é importante levar em conta, que grandes volumes retirados poderão determinar riscos, tanto no ato operatório quanto no pós-operatório. É consenso, na Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, que o volume total de gordura a ser retirado por sessão, não ultrapasse a 5 a 7% do peso corporal. Seu cirurgião deverá lhe esclarecer detalhadamente sobre o volume ideal para o seu caso. Para um procedimento ainda mais seguro, o cirurgião deve preparar criteriosamente e individualmente cada paciente para o ato operatório, além de ponderar sobre a conveniência da associação desta cirurgia a outras no mesmo ato operatório.

Que tipo de anestesia é utilizada para esta operação?

Geralmente anestesia peridural, podendo também ser realizada a anestesia geral, ou até mesmo raqui, a depender de critérios utilizados pelo anestesiologista e cirurgião.

Quanto tempo dura o ato cirúrgico?

Dependendo da extensão das áreas a serem tratadas, o tempo varia de 1 a 3 horas, podendo ser ultrapassado em alguns casos. Entretanto, o tempo de ato cirúrgico não deve ser confundido com o tempo de permanência do paciente no ambiente de Centro Cirúrgico, pois esta permanência envolve também o período de preparação anestésica e recuperação pós-operatória.

Qual o período de internação?

24 horas, normalmente. Em geral, a cirurgia é realizada no dia do internamento e a alta se dá no dia seguinte pela manhã.

São utilizados curativos ou modeladores?

Sim. Curativos semicompressivos com modeladores (cintas) especiais, mantidos por um período de 60 a 90 dias, em média.

Quando são retirados os pontos?

Do 7º ao 10º dia.

Quando poderei tomar banho completo?

Geralmente após o primeiro curativo, entre o 3º. e 5º. dia de pós operatório.

Qual a evolução pós-operatória?

Não se deve esquecer que, até que se consiga atingir o resultado almejado, diversas fases são características deste tipo de cirurgia. Em algumas pacientes, ocorre uma certa ansiedade nas fases iniciais, em se deparar com um resultado ainda preliminar. É muito importante ter paciência, pois na grande maioria dos casos, o próprio organismo se encarregará de dissipar todos os pequenos transtornos intermediários que eventualmente chamarão a atenção. Escutar o cirurgião é fundamental para entender a evolução do processo cicatricial. Lembre-se que nenhum resultado deverá ser considerado como definitivo antes dos 6 aos 9 meses.

O que posso fazer para a manutenção ou até melhora do meu resultado após a lipoaspiração?

Como a cirurgia da lipoaspiração promove somente a diminuição da camada gordurosa subcutânea, condutas complementares em atividades físicas poderão melhorar bastante o resultado final, pois a modelagem muscular é um fator de grande importância no novo contorno corporal. Além disso, o controle do peso é fundamental para que não haja hipertrofia da gordura remanescente e conseqüente perda do resultado estético. Finalmente, a correção postural valoriza bastante a beleza corporal.

Voltar
best custom term paper sites