LIFTING FACIAL – RITIDOPLASTIA

cir1
Tecnicamente conhecida como ritidoplastia, a cirurgia da face ou lifting facial é um procedimento cirúrgico para melhorar sinais visíveis de envelhecimento no rosto tais como flacidez e rugas, vincos profundos abaixo das pálpebras inferiores, vincos profundos ao longo do nariz que se estende ao canto da boca, gordura que tenha baixado ou tenha sido deslocada, flacidez no pescoço, podendo causar papada, pele frouxa e excesso de depósitos de gordura sob o queixo e a mandíbula.

Normalmente, as seguintes perguntas são feitas pelos(as) pacientes ao seu cirurgião plástico, por ocasião da consulta inicial:

Onde ficarão as cicatrizes? Elas desaparecerão?


As cicatrizes geralmente se posicionam em volta da orelha e abaixo do queixo, em regiões a serem disfarçadas pelo cabelo. Sua extensão vai depender da proposta cirúrgica. As cicatrizes, no entanto, serão permanentes, apesar de irem se tornando cada vez menos visíveis com o decorrer do tempo. Enquanto isto não ocorre, recursos cosméticos como a maquiagem e penteados adequados disfarçam perfeitamente o inconveniente criado pelas cicatrizes recentes.

QUANTOS ANOS VOU REJUVENECER COM O LIFTING FACIAL?

O lifting facial não para o processo de envelhecimento. O que a cirurgia pode proporcionar é a correção de características que o tempo propiciou, como retirada do excesso de pele e suspensão das estruturas da face, o que acaba por levar a um rejuvenescimento. Entretanto, não é possível mensurar em anos esse processo, mesmo porque vai variar de acordo com as expectativas e características de cada paciente. O resultado obtido vai ser compatível com a idade e caracterísicas do(a) paciente, já que nem tudo pode ser corrigido com a cirurgia, como qualidade da pele e atrofia de alguns tecidos.

QUE PROCEDIMENTOS QUE PODEM SER ASSOCIADOS AO LIFTING FACIAL?

Procedimentos de rejuvenescimento tipicamente executados juntamente com o lifting de face são o lifting de frontal, para proporcionar suspensão dos supercilios e da testa, e cirurgia de pálpebras, para rejuvenescer os olhos.

Qual o tempo de internação?


Poderá variar de meio período (Day Clinic) até 1 dia de internação. Tudo dependerá do tipo de anestesia utilizada e da recuperação do paciente no pós-operatório imediato. Seu médico procurará determinar o tempo de internação, sempre visando seu maior conforto e segurança.

Quanto tempo demora o ato cirúrgico?


Depende muito da cirurgia (se incluirá pálpebras, fronte, pescoço) e da técnica utilizada, podendo variar de 2 a até 6 horas. Entretanto, o tempo de ato cirúrgico não deve ser confundido com o tempo de permanência do paciente no ambiente de Centro Cirúrgico, pois, esta permanência envolve também o período de preparação anestésica e sala de recuperação pós-operatória. Seu médico poderá lhe informar quanto ao tempo total.

Que tipo de anestesia é utilizada para a operação?

A equipe cirúrgica irá determinar a modalidade anestésica mais conveniente para o seu caso, podendo vairar desde anestesia geral a local com sedação.

São utilizados curativos?


Sim. Geralmente são utilizados curativos tipo “capacete”. O primeiro curativo é retirado em torno das primeiras 24 horas, podendo ficar apenas um curativo leve sobre as cicatrizes residuais após esse período.

HÁ DOR NO PÓS-OPERATÓRIO?

Raramente. Com relação a esse aspecto, a ritidoplastia apresenta pós-operatório bastante confortável. Quando ocorrer uma eventual dor, esta é facilmente combatida com analgésicos comuns, que lhe serão receitados a critério do seu cirurgião.

É UTILIZADO DRENO?

Geralmente sim, que na maioria dos casos é retirado após 24 horas com o paciente ainda no hospital.

HÁ PONTOS A SEREM RETIRADOS?

A maioria dos pontos são internos e realizados com fio absorvível, não havendo necessidade da sua retirada. Porém, em algumas áreas são deixados pontos externos que são retirados em torno de 15 a 21 dias.

QUAL A EVOLUÇÃO PÓS-OPERATÓRIA? COMO FICA MEU ROSTO NOS PRIMEIROS DIAS?

Não se deve esquecer que, até que se consiga atingir o resultado almejado, diversas fases são características deste tipo de cirurgia. Edema (inchaços) e “manchas” de infiltrado sanguíneo (equimoses) no rosto, e até mesmo pequenas assimetrias são comuns a todos pacientes. De uma maneira geral, existe um edema importante nos primeiros dias de pós-operatório, que vai diminuindo ao avançar do mesmo, se tornando discreto em torno de 30 dias. Drenagem linfática tende a contribuir de forma positiva nessa evolução. É importante destacar que em alguns pacientes ocorre uma certa ansiedade nas fases iniciais em se deparar com um resultado ainda preliminar. É muito importante ter paciência, pois na grande maioria dos casos, o próprio organismo se encarregará de dissipar todos os pequenos transtornos intermediários que eventualmente chamarão a atenção. Escutar o cirurgião é fundamental para entender a evolução do processo cicatricial.

Em quanto tempo poderei ver o resultado definitivo?

Em sendo uma cirurgia de grande porte, com várias áreas de descolamento e tração, leva tempo até o edema regredir por completo e as cicatrizes se estabelecerem. Esse processo geralmente se define entre 3 e 6 meses. A partir de então apenas pequenas mudanças ainda acontecerão, principalmente com relação à coloração das cicatrizes. Lembre-se que nenhum resultado deverá ser considerado como definitivo antes dos 9 aos 12 meses de pós-operatório.

Por quanto tempo persiste o resultado do Lifting Facial?

É difícil predizer a durabilidade do resultado de uma cirurgia. Vários são os fatores que contribuem ou prejudicam essa evolução. A cirurgia da face, pescoço e pálpebras rejuvenesce visualmente esses territórios. Ela retarda mas não interrompe o processo evolutivo do organismo. O paciente continuará envelhecendo com o tempo, porém a partir de um visual mais jovem.

HÁ PERIGO NESTA OPERAÇÃO?

Raramente uma cirurgia de ritidoplastia determina sérias complicações, desde que realizada dentro de critérios técnicos que asseguram a segurança do paciente. Para um procedimento ainda mais seguro, o cirurgião deve preparar criteriosamente e individualmente cada paciente para o ato operatório, além de ponderar sobre a conveniência da associação desta cirurgia a outras no mesmo ato operatório.

QUANDO PODEREI TOMAR SOL?

Se a face apresentar equimoses (aquelas manchas características de infiltrado sanguíneo), deverá ser utilizado um creme foto-protetor FPS 30 ou superior na face, evitando-se exposições ao sol diário. Entretanto, para exposições longas (praias, banhos de sol), aconselha-se aguardar um período mínimo de 3 a 4 meses.

O RESULTADO DA CIRURGIA ESTÉTICA DA FACE COMPENSA?

Evidentemente. A ritidoplastia proporciona grandes satisfações. Lembre-se no que lhe foi dito anteriormente: cada caso é analisado individualmente na primeira consulta, ocasião em que lhe são esclarecidos todos os detalhes aqui relatados, bem como aqueles que por lapso tenham sido olvidados. Desde que nos decidamos mutuamente a realizar a cirurgia, e o que está se propondo obter de melhora estiver de acordo com as suas expectativas, o resultado com certeza compensará. Caso contrário, deve-se repensar ou rediscutir exaustivamente sobre a indicação da cirurgia a ser realizada com seu cirurgião.

Voltar
pay someone to write my term paper