CIRURGIA PARA AUMENTO DOS GLUTEOS / PRÓTESES DE GLUTEO – GLUTEOPLASTIA DE AUMENTO

cir1

A gluteoplastia de aumento (cirurgia de prótese de gluteo) é realizada através da colocação de uma prótese de gel de silicone dentro da musculatura glutea. A cicatriz existe, porém fica muito discreta, escondida no sulco glúteo (prega entre as nádegas), de difícil percepção.

A prótese de glúteo é indicada para os pacientes com nádegas pequenas ou que após emagrecimento tiveram grande redução do volume, sem que houvesse ptose importante (queda do bumbum).

Normalmente, as seguintes perguntas são feitas pelos(as) pacientes ao seu cirurgião plástico, por ocasião da consulta inicial:

ONDE SÃO COLOCADAS AS PRÓTESES?

As próteses são colocadas dentro do músculo glúteo maior, entre suas fibras, o que confere imobilidade ao implante e mais naturalidade ao resultado.

QUAIS SÃO OS TIPOS DE PRÓTESE?

Há vários tipos e modelos de próteses de glúteo, cada uma com uma indicação dependendo do tipo de nádegas da paciente. O seu conteúdo é de gel de silicone de alta coesividade, podendo as próteses de glúteo variar de formato, perfil e de envoltório. O formato pode ser redondo ou anatômico (ovalado), e o perfil se refere à altura, podendo ter uma projeção mais alta ou baixa. O envoltório dos implantes pode ser liso ou texturizado.

E QUAL O MELHOR TIPO DE IMPLANTE PARA O MEU CASO?

A escolha da prótese de glúteo ideal será feita na consulta médica, quando o cirurgião examinará a paciente e escolherá a melhor prótese para produzir um melhor resultado para o aumento da região glútea. Essa escolha se baseia nas características de cada paciente como peso e altura, medidas do tronco e quadril e obviamente expectativas da paciente.

A LIPOENXERTIA (INJEÇÃO DE GORDURA NO GLUTEO) NÃO OFERECE RESULTADOS SEMELHANTES?

Na grande maioria dos casos não. A lipoenxertia glútea oferece bons resultados para melhoria do contorno da região glútea, ou para correção de assimetrias. Entretanto, o resultado dos implantes de glúteo são muito superiores com relação a ganho de projeção dessa região. Ou seja, para a paciente que deseja um ganho real de volume e projeção, a prótese geralmente é a melhor indicação.

COMO FICARÁ O RESULTADO, EM RELAÇÃO AO TAMANHO E CONSISTÊNCIA?

As nádegas terão seu volume aumentado através da cirurgia, melhorando sua consistência e forma com a intervenção cirúrgica. Atualmente, dispõe-se de vários tamanhos e diferentes formatos de implantes de silicone a serem introduzidos. Deverão ser mantidas as proporções entre o volume da nova nádega e o tamanho do quadril de cada paciente, a fim de se obter uma maior harmonia estética. A nádega, assim operada, passará por vários períodos evolutivos, até atingir seu resultado final que se dá entre o 9o e 12o mês de pós-operatório.

HÁ PERIGO NESTA OPERAÇÃO?

Raramente a cirurgia plástica de aumento gluteo determina sérias complicações, desde que realizada dentro de critérios técnicos que asseguram a segurança do paciente. Para um procedimento ainda mais seguro, o cirurgião deve preparar criteriosamente e individualmente cada paciente para o ato operatório, além de ponderar sobre a conveniência da associação desta cirurgia a outras no mesmo ato operatório.

QUANTO TEMPO DURA O ATO CIRÚRGICO?

Em média de 1 a 2 horas. Entretanto, o tempo de ato cirúrgico não deve ser confundido com o tempo de permanência do paciente no ambiente de Centro Cirúrgico, pois, esta permanência envolve também o período de preparação anestésica e recuperação pós-operatória. Seu médico poderá lhe informar quanto ao tempo total.

QUAL O TIPO DA ANESTESIA UTILIZADA?

Anestesia geralmente peridural ou raqui, dependendo de critérios utilizados pelo anestesiologista e cirurgião. Pode ser também realizada a anestesia geral.

QUAL O PERÍODO DE INTERNAÇÃO?

Geralmente 24 horas.

SÃO UTILIZADOS CURATIVOS? E MODELADORES? USA DRENO?

Sim. Curativos simples apenas na região da cicatriz. São trocados diariamente pela própria paciente ou após a primeira revisão, sem qualquer dificuldade, a partir do 3º. ao 5º. dia de pós-operatório. Geralmente são recomendados “shorts” modeladores por um período de 2 a 3 meses. Não costumamos utilizar drenos nesse tipo de procedimento.

O PÓS-OPERATÓRIO DESTA CIRURGIA É DOLOROSO? QUAIS AS RESTRIÇÕES?

Geralmente não, desde que se obedeça às instruções médicas, principalmente no que tange à postura e movimentação. É comum um certo incômodo ou dores leves nos primeiros dias, porém são sintomas facilmente controlados com analgésicos de rotina. Recomendamos dormir de barriga para baixo por 30 dias e evitar sentar por 15 dias.

QUANDO SÃO RETIRADOS OS PONTOS?

Os pontos geralmente são retirados após 15 a 21 dias de pós-operatório.

E ESTRIAS, PODEM APARECER?

Dependendo do tipo de pele do(a) paciente e do quanto essa pele se estica com a inclusão das próteses, podem aparecer estrias sim. Essas podem ser antigas, que não estavam sendo antes percebidas, ou novas. A hidratação da pele e acompanhamento dermatológico são eficazes na prevenção e tratamento dessa patologia.

EM QUANTO TEMPO ATINGIREI O RESULTADO DEFINITIVO?

Apesar de o resultado imediato ser muito bom, somente após alguns meses é que os gluteos atingirão sua forma definitiva. Inicialmente as nádegas tendem a ficar inchadas, arredondadas e com a pele firme. Após algumas semanas, à medida que o edema regride e o processo de cicatrização vai ficando mais estável, o resultado vai se tornando mais natural. Todo esse processo pode durar cerca de 9 a12 meses.

QUAL A EVOLUÇÃO PÓS-OPERATÓRlA?

Não se deve esquecer que, até que se consiga atingir o resultado almejado, diversas fases são características deste tipo de cirurgia. Em algumas pacientes, ocorre uma certa ansiedade nas fases iniciais, em se deparar com um resultado ainda preliminar. É muito importante ter paciência, pois na grande maioria dos casos, o próprio organismo se encarregará de dissipar todos os pequenos transtornos intermediários que eventualmente chamarão a atenção. Escutar o cirurgião é fundamental para entender a evolução do processo cicatricial. Lembre-se que nenhum resultado deverá ser considerado como definitivo antes dos 9 aos 12 meses de pós-operatório.

QUANDO PODEREI RETORNAR AOS MEUS EXERCÍCIOS?

Depende do tipo de exercícios. Aqueles relativos aos membros superiores poderão ser reiniciados entre 30 a 45 dias, evitando-se o “alto impacto”. Os exercícios que envolvam o membros inferiores, ou mais especificamente o músculo gluteo geralmente devem aguardar além de 90 dias. Orientações sobre movimentos mais específicos deverão ser perguntadas ao seu cirurgião.

MINHA PRÓTESE TEM QUE SER TROCADA? E SE ELA ROMPER, O QUE OCORRE?

Geralmente não indicamos a troca dos implantes após um período pré-determinado. A tecnologia utilizada na fabricação dos implantes permite uma biocompatibilidade do material de silicone com o corpo humano, fazendo com que o período de duração de uma prótese seja bastante prolongado. A troca só é obrigatória em casos de complicações. Em casos de rompimento, que são bastante raros, o gel coesivo existente na prótese geralmente não se extravasa, ficando localizado no mesmo lugar. Há indicação de troca nesses casos.

Voltar
college term paper writing