MA�dicos

Dr. Marco Kitamura

Os cirurgiA�es da IPlastica tA?m formaA�A?o semelhante, passando por escolas mA�dicas reconhecidas no paA�s, como a Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Hospital das ClA�nicas (HC-PE), Universidade de Pernambuco (UPE) e Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira (IMIP).

SA?o membros da Sociedade Brasileira de Cirurgia PlA?stica (SBCP), A?rgA?o regulador da especialidade, e tA?m diploma de Especialista em Cirurgia PlA?stica, emitidos pela AssociaA�A?o MA�dica Brasileira (AMB) e Conselho Federal de Medicina (CFM).

Buscam constante atualizaA�A?o profissional e cientA�fica, participando ativamente de atividades regionais, nacionais e internacionais.

DSC_1430Atuando nas A?reas reparadoras e de ensino, os cirurgiA�es fazem parte da equipe de preceptores existentes no ServiA�o de Cirurgia PlA?stica do IMIP, onde auxiliam na formaA�A?o de mA�dicos cirurgiA�es residentes, alA�m de atenderem e realizarem cirurgias reconstrutivas em pacientes de serviA�o pA?blico.

Na IPlastica atuam na sua maioria em cirurgias estA�ticas, onde a filosofia chave do trabalho que realizam se baseia em oferecer qualidade, conforto e seguranA�a.

CaracterizaA�A?o do Bom Profissional

Um cirurgiA?o plA?stico de confianA�a serA? sempre aquele capaz de agregar bom conhecimento cientA�fico e desempenho tA�cnico, atendimento com qualidade e atenA�A?o, e preocupaA�A?o com a seguranA�a do paciente. Alguns elementos sA?o essenciais e fazem parte de sua personalidade:

a�?A�A� A�Boa formaA�A?o A�tico-profissional – A� no perA�odo de formaA�A?o mA�dica e cirA?rgica que o profissional aprende e desenvolve seu lado tA�cnico e teA?rico, assim como seu senso de A�tica e respeito ao ser humano. SA?o, no total, onze anos de estudos dentro da medicina, passando por concursos de residA?ncia mA�dica, e por fim, o TA�tulo de Especialista em Cirurgia PlA?stica. A� um caminho longo e A?rduo que capacita o cirurgiA?o plA?stico a tratar da saA?de do prA?ximo.

DSC_1398a�?A�A� A�CarA?ter – agindo com cautela, seriedade e discriA�A?o, respeitando o pudor do cliente, e planejando os procedimentos de forma realista, sem sensacionalismos, o profissional demonstra atitudes de boa fA� e bom carA?ter.

a�?A�A� A�Amor A� sua arte – cirurgiA�es mais bem sucedidos sA?o diferenciados por procuram ir alA�m do que a maioria faz. Buscam o perfeccionismo e se cobram constantemente. Trabalham com amor e dedicaA�A?o, oferecendo devido suporte e atenA�A?o ao tratamento de seu cliente.

guidelines for writing a term paper