Cirurgia Segura

Passo a passo para uma cirurgia segura

Seguindo essas orientações o paciente faz com que sua cirurgia seja planejada, reduzindo ao máximo os fatores de risco cirúrgico, e assim, aumentar as chances de sucesso e satisfação.

A melhor propaganda do cirurgião plástico é o boca a boca. Desconfie de cirurgiões que não são bem falados. Uma grande parte dos pacientes que chegam aos consultórios vem de indicação de colegas, parentes e amigos. Ver pessoas operadas e ouvir boas recomendações são medidas bastante interessantes antes de escolher seu profissional. Procure checar no site se ele é membro atual da SBCP (www.cirurgiaplastica.org.br), sua formação, seu currículo. Durante a consulta, esteja atento e avalie sua postura ética, atitudes cautelosas e explanações que demonstrem um bom conhecimento científico. É preciso que ele passe uma característica essencial para uma boa relação entre o paciente e o cirurgião, que é a confiança.

Fale tudo de sua vida, doenças, uso de medicações, dietas, vícios, hábitos ou problemas familiares. O seu histórico de cirurgias, alergias, doenças pessoais ou da família são de extrema valia na elaboração de seu plano cirúrgico, pois muitas vezes é preciso eliminar fatores que podem elevar o risco da cirurgia. Além disso, relate a história do seu problema, diga exatamente o que está lhe incomodando, apontando suas principais queixas, e desde quando.

Escute o que o seu cirurgião está propondo, converse sobre o que vai ser feito e o que não pode ser feito. Tenha em mente que por mais que tenha lido e obtido informações sobre a cirurgia, ninguém melhor que o cirurgião para saber o que deve ser feito. Cada paciente têm seus limites, e eles devem ser claramente expostos antes da cirurgia. Não se deixe levar por ícones de beleza ou personalidades da mídia. Seja realista com seu caso, e evite comparações. Por fim, realize os exames que serão solicitados, além dos pareceres de outros profissionais, se for o caso.

Procure informações sobre o local onde será realizada a sua cirurgia. Ele deverá oferecer o máximo de elementos de conforto e segurança, tais como: sala de cirurgia e de recuperação com equipamentos modernos, equipe de enfermagem preparada, apartamentos amplos e funcionais e baixas taxas de infecção hospitalar.

Confie no cirurgião, na sua equipe, e tenha paciência no período de pós. Seja obediente e siga estritamente o que seu cirurgião recomenda. As orientações não são aleatórias. Tudo tem um porquê, e é baseado em evidências científicas e experiências prévias. Evite dar ouvidos a pessoas em paralelo. Tire suas dúvidas sempre com o seu cirurgião.

passo1 Passo1
Escolha o profissional
passo2 Passo2
Fale de você
passo3 Passo3
Esclareça o seu caso
passo4 Passo4
Busque a segurança no ato cirúrgico
passo5 Passo5
Pós-operatório– tenha confiança e paciência
termpapermonster.com